DriveGuard FAQ's

O que são pneus Bridgestone DriveGuard?

A Bridgestone DriveGuard é a primeira gama completa de pneus concebidos para qualquer automóvel de passageiros¹ que permite ao condutor manter o controlo após um furo e continuar a conduzir em segurança durante 80 km a uma velocidade máxima de 80 km/h². Além disso, a tecnologia Bridgestone DriveGuard® proporciona o melhor desempenho ao nível da aderência em piso molhado com distâncias de travagem reduzidas.³

Porque é que a Bridgestone decidiu lançar o produto DriveGuard?

Na Bridgestone, acreditamos que a tecnologia Run Flat não deve ser exclusivamente utilizada em veículos de luxo ou de alto desempenho, por isso, temos vindo a aperfeiçoar a tecnologia RFT de modo a produzir a primeira gama completa de pneus touring com capacidade de rodagem sem pressão que podem ser aplicados a qualquer automóvel de passageiros¹ que não tenha sido equipado de série com pneus de rodagem sem pressão. Além disso, existem agora bastantes veículos equipados com TPMS na estrada para criar uma procura suficiente para um pneu de reposição com capacidade de rodagem sem pressão e estamos orgulhosos por sermos o primeiro fabricante de pneus a oferecer a tecnologia RFT a um leque mais vasto de condutores e veículos.

Como é que o Bridgestone DriveGuard funciona?

Cada pneu Bridgestone DriveGuard é concebido com uma parede lateral reforçada e a tecnologia Cooling Fin (lâminas de arrefecimento) proprietária, que permite manter a forma e suportar o peso de um veículo durante 80 km a uma velocidade máxima de 80 km/h após um furo.²

Quem poderá demonstrar interesse pelos pneus Bridgestone DriveGuard?

Condutores preocupados com a segurança, mulheres e famílias com crianças pequenas.

O que é um TPMS?

O sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS) no seu veículo tem por objetivo alertar o condutor para a existência de um ou mais pneus com uma pressão insuficiente, criando uma condição de insegurança durante a condução. O indicador de baixa pressão de pneu TPMS é um símbolo amarelo que acende no painel de instrumentos na forma de um pneu em corte transversal (semelhante a uma ferradura) com um ponto de exclamação. 

O TPMS é obrigatório para o Bridgestone DriveGuard?

Sim.  É necessário utilizar um sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS) operacional com os seus pneus Bridgestone DriveGuard.  Uma vez que estes pneus têm um elevado desempenho, mesmo sem a pressão de enchimento, pode ser necessário um TPMS para avisar o condutor de que perdeu pressão de ar.

Todos os veículos estão equipados com um sistema TPMS?

Desde 1 de novembro de 2012, todos os novos modelos de veículos são obrigados pela legislação da UE a ter um sistema de monitorização da pressão dos pneus baseado na pressão. Isto é válido para as rodas, não para o pneu sobresselente. Desde 1 de novembro de 2014, todos os novos veículos de passageiros têm de ter um TPMS instalado pelo fabricante. Muitos fabricantes de automóveis já introduziram o TPMS nos seus veículos antes da alteração da legislação de 2012. Os automóveis que não tenham TPMS no equipamento original podem integrar um dos muitos sistemas TPMS disponíveis no mercado retalhista para usufruir dos benefícios do Bridgestone DriveGuard.

O Bridgestone DriveGuard destina-se a que veículos?

O Bridgestone DriveGuard destina-se a todos os automóveis de passageiros com TPMS, incluindo aqueles que não foram equipados de série com pneus de rodagem sem pressão (como o VW Golf, Peugeot 308, Renault Megane, Toyota Auris, Skoda Octavia, entre outros). De momento, o Bridgestone DriveGuard não está disponível para SUV, monovolumes, veículos comerciais ligeiros ou veículos Crossover de maior dimensão.

Posso utilizar os pneus Bridgestone DriveGuard com qualquer tipo de TPMS?

Sim, pode.

Os veículos que atualmente utilizam pneus de rodagem sem pressão podem mudar para o Bridgestone DriveGuard?

Sim.

O Bridgestone DriveGuard elimina a necessidade de um pneu sobresselente?

O Bridgestone DriveGuard reduz significativamente a probabilidade de o condutor necessitar de um pneu sobresselente.

Se já tiver pneus de rodagem sem pressão no meu veículo, posso substituir dois pneus em vez de todos os quatro?

Sim. Apesar de recomendarmos sempre a substituição dos pneus em conjuntos de quatro ou em pares sobre um eixo para um melhor desempenho, se o veículo já estiver equipado com pneus de rodagem sem pressão autossuficientes, não restringimos a combinação de pneus Bridgestone DriveGuard com esses pneus, desde que sejam cumpridas as outras diretrizes relativas à substituição de pneus.

O que devo fazer quando se acende a luz do TPMS?

  • Reduza a velocidade na medida em que for razoavelmente possível e seguro; não exceda os 80 km/h. Quanto maior for a velocidade, menor será a distância que o pneu poderá percorrer.
  • Evite acelerações, travagens ou manobras de curva abruptas ou agressivas, na medida em que for razoavelmente possível e seguro. Evite também os buracos e outros perigos na estrada. Uma condução prudente limita os danos potenciais ao pneu, à roda e ao veículo.
  • Dirija-se para um local seguro e cómodo para reparar o pneu o mais cedo possível. Consulte o valor no conta-quilómetros; a sua distância operacional é limitada. Não exceda os 80 km² numa situação de baixa pressão.
  • Se sentir uma vibração estranha ou dificuldade em controlar o veículo, pare de conduzir assim que for seguro e em condições de segurança razoáveis. O pneu pode estar prestes a falhar subitamente. Liberte o acelerador e reduza gradualmente a velocidade. O pneu tem de ser substituído antes de prosseguir viagem.
  • Se tiver um reboque, pare de conduzir na medida em que for razoavelmente possível e seguro. Nestas condições, é potencialmente perigoso conduzir um veículo com reboque. Se for possível, solte o reboque e proceda como indicado acima. Não continue a conduzir com o reboque enquanto o pneu não for corretamente arranjado ou substituído.
  • Não toque num pneu de rodagem sem pressão ou que tenha perdido pressão recentemente (pode estar muito quente). Deixe o pneu arrefecer antes de tocar no mesmo.

Que distância posso percorrer com os pneus Bridgestone DriveGuard após um furo ou uma perda de pressão dos pneus?

80 quilómetros a uma velocidade máxima de 80 km/h. A distância de condução após um furo pode variar dependendo da carga do veículo, da temperatura exterior e de quando o TPMS é acionado.

Como é que sei se o pneu teve um furo ou se começou a perder ar?

Em primeiro lugar, verifique se o seu automóvel tem TPMS. Se tiver, o TPMS irá alertá-lo.

Posso percorrer mais de 80 km após um furo?

Não, uma vez que não há pneus indestrutíveis, independentemente do design ou da qualidade. Os pneus Bridgestone DriveGuard podem, em última instância, ser considerados inutilizáveis devido a um furo ou a outro perigo na estrada, bem como a uma pressão incorreta.

Existe alguma condição na qual os pneus Bridgestone DriveGuard não consigam percorrer 80 km após um furo?

Os fatores que afetam a distância operacional de um pneu de rodagem sem pressão ou com baixa pressão incluem a velocidade do veículo, a carga e as manobras; a quantidade de perda de pressão de enchimento; a extensão de quaisquer danos ao pneu e a temperatura ambiente. Para maximizar a capacidade de distância em condição de rodagem sem pressão ou com baixa pressão:

  • Reduza a velocidade do veículo, na medida em que for razoavelmente possível e seguro. Não exceda os 80 km/h.
  • Evite acelerações, travagens ou manobras de curva abruptas e agressivas, na medida em que for razoavelmente possível e seguro; evite buracos e outros perigos na estrada.
  • As cargas do veículo mais elevadas (com mais passageiros ou carga) e as temperaturas ambiente mais elevadas diminuem a capacidade de distância de um pneu Bridgestone DriveGuard com baixa pressão ou de rodagem sem pressão.
  • Em caso de atraso no acionamento do TPMS (por ex., em caso de uma perda lenta da pressão do pneu), o condutor pode já ter viajado alguns quilómetros em situação de rodagem sem pressão. Após o acionamento do TPMS, recomendamos que se dirija a um local seguro e cómodo para reparar o pneu o mais cedo possível.

Os pneus Bridgestone DriveGuard podem ser reparados?

Sim, desde que o pneu não apresente dobras nem abrasão ou "resíduos" dentro do revestimento interior. Tenha em atenção que, numa perspetiva de reparação, um pneu Bridgestone DriveGuard deve ser considerado um pneu normal, pelo que qualquer reparação está sob a responsabilidade jurídica e técnica da pessoa que faz a reparação. Após qualquer reparação, a Bridgestone não assume qualquer responsabilidade pelo desempenho do pneu.

Quantos quilómetros posso percorrer com o TPMS ligado, de forma que o pneu continue a ser reparável?

O estado do pneu após o furo ou a perda de pressão determinará se o mesmo pode ser reparado. Contacte o respetivo concessionário de pneus sobre se o pneu é ou não reparável.

O que é considerada uma falha dos pneus? Ou uma perda de ar repentina? Um pneu Bridgestone DriveGuard consegue suportar tudo?

As falhas que os pneus Bridgestone DriveGuard conseguem suportar são praticamente quaisquer danos que um pneu possa sofrer (furos, cortes ou fissuras), independentemente de ocorrerem na área do piso ou na área lateral devido a pregos, parafusos, pedras pontiagudas, pedaços de vidro, placas de metal, metais, buracos, bermas, entre outros, que possam causar uma perda de ar repentina ou lenta. Se o pneu estiver completamente cortado, obviamente o pneu ou a jante terá de ser substituído no local.

Como é que o desempenho do Bridgestone DriveGuard se compara ao dos pneus convencionais?

Ao contrário dos pneus convencionais, o Bridgestone DriveGuard® permite-lhe manter o controlo após um furo e continuar a conduzir em segurança ao longo de 80 km a uma velocidade máxima de 80 km/h². Além disso, o Bridgestone DriveGuard® proporciona o melhor desempenho ao nível da aderência em piso molhado com distâncias de travagem reduzidas³ e oferece uma vida útil de desgaste comparável e conforto na condução.

O Bridgestone DriveGuard é tão confortável como um pneu normal?

Os pneus Bridgestone DriveGuard são comparáveis aos pneus convencionais em termos de conforto.

A tecnologia Run Flat será utilizada em grande escala no futuro?

A Bridgestone acredita que o DriveGuard irá criar uma procura mais ampla para os pneus com solução de mobilidade, uma vez que a introdução do TPMS nos automóveis está a aumentar e os clientes exigem segurança em todas as condições. Pretendemos lançar outros tamanhos no futuro.

Como posso saber se existe o tamanho de pneu Bridgestone DriveGuard de que necessito?

Introduza as informações do seu veículo no seletor de pneus que pode encontrar em: www.bridgestone.pt/driveguard.

O Bridgestone DriveGuard tem as mesmas diretrizes de vida útil do pneu que um pneu de passageiros convencional?

Sim.

O Bridgestone DriveGuard tem as mesmas diretrizes de profundidade mínima das ranhuras para uma substituição necessária que os pneus convencionais?

Sim.

O Bridgestone DriveGuard tem as mesmas recomendações de rotação que os pneus convencionais?

Sim.

Posso misturar pneus Bridgestone DriveGuard com outros pneus?

Sim, porém:

  • a Bridgestone recomenda a montagem de 4 pneus Bridgestone DriveGuard para obter o pleno benefício e todas as caraterísticas de segurança.
  • a Bridgestone não pode garantir o mesmo desempenho de condução se os pneus Bridgestone DriveGuard forem misturados com outros produtos.

É necessário equipamento especial para montar ou desmontar os pneus Bridgestone DriveGuard?

A maioria dos retalhistas de pneus tem o equipamento adequado, mas deve verificar as informações do fabricante se não tiver a certeza se o equipamento para a mudança de pneus é adequado para os pneus com tecnologia Run Flat.

Os pneus Bridgestone DriveGuard podem ser montados em jantes normais?

Sim.

O Bridgestone DriveGuard pode ser montado em todas as jantes dos automóveis de passageiros?

Sim, desde que o tamanho seja adequado.

Como é que encontro um concessionário/departamento de serviços para arranjar os meus pneus Bridgestone DriveGuard?

Para encontrar o ponto de vendas mais próximo de si, aceda ao nosso localizador de distribuidores no website.


¹De momento, os pneus Bridgestone DriveGuard não estão disponíveis para veículos comerciais ligeiros e apenas estão disponíveis para os automóveis equipados com o sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS).
²A distância de condução após um furo pode variar dependendo da carga do veículo, da temperatura exterior e de quando o TPMS é acionado.
³Os pneus Bridgestone DriveGuard têm a classificação A na aderência em piso molhado na rotulagem da UE.